Na última terça-feira (19), o programa Ciência em Movimento, da Fundação Ezequiel Dias - Funed, em parceria com a Fundação Educacional Caio Martins - FUCAM e Escola de Saúde Pública - ESPMG, iniciou sua jornada por Minas Gerais, levando exposições e atividades interativas às comunidades sobre temas relacionados a morfologia animal. Pela primeira vez em Buritizeiro (MG), os moradores puderam conhecer o programa que abriu suas portas no pátio do Centro Educacional de Buritizeiro - CEB. Ao longo deste ano, diversas cidades vão entrar na agenda de visitas, incluindo os outros 5 Centros Educacionais da Fundação.

Pioneiro em Minas Gerais, a ação itinerante criada pela Funed tem como objetivo expandir o conhecimento científico e tecnológico por todo o estado. Sempre com o intuito de compartilhar informações fundamentais para o controle dos acidentes causados por animais peçonhentos e, consequentemente, para a melhoria de uma qualidade de vida para a sociedade mineira, o Ciência em Movimento existe há 5 anos e, desde então, já realizou mais de 100 exposições em diversas cidades de Minas Gerais.

De acordo com Giselle Agostini Cotta, bióloga e coordenadora do Ciência em Movimento, o programa tem como objetivo a divulgação da ciência de uma forma leve e lúdica, para ir de encontro ao que os alunos aprendem nos livros didáticos. Giselle relata como é trabalhar no programa itinerante. “É muito boa a relação que a gente estabelece com o nosso público, quando a gente consegue mostrar para eles uma coisa que está perto, mas, ao mesmo tempo, longe. Está perto porque está no ambiente deles, está longe porque a informação que está disponível, às vezes, não é suficiente ou não é acessível. É fantástico! A gente gosta muito de trabalhar no programa.”

Além da oportunidade de conhecer mais sobre todo universo da ciência, o projeto também oferece palestras abertas ao público e outras atividades de formação voltadas aos profissionais da atenção básica à saúde.


Em Buritizeiro a visitação aconteceu entre os 20 e 21 de fevereiro, no período de 8h às 17h, e levou crianças, jovens e suas famílias até a FUCAM, causando um verdadeiro alvoroço de olhares atentos e curiosos. Marcia Francisca de Souza Rodrigues, assistente de educação básica da FUCAM, conta a sua experiência na exposição na qual ela levou o seu filho de 14 anos. “Foi a primeira vez que teve esse evento aqui nas redondezas. O meu filho gostou muito, para ele foi muito importante. Ele conheceu mais sobre algumas doenças e os animais. Também foi muito bom para a população de Buritizeiro e para as pessoas que trabalham na área da saúde. Todos saíram elogiando”, concluiu.

CMBuritizeiro02

Para a Diretora de Educação e Assistência Social da FUCAM, Elisane Santos, ter o programa nos Centros Educacionais é importante para a ampliação do acesso à práticas educacionais diferentes, além de trabalhar temas essenciais como os cuidados básicos com a saúde. Ela também valoriza a participação de estudantes e dos moradores de todas as comunidades localizadas no entorno dos centros. “Se trata de uma oportunidade de acesso à saberes diferentes e cuidados a vida humana, como prevenção de doenças. Além disso, será um momento ímpar para todos da comunidade, uma vez que essa forma de difusão do conhecimento (museu aberto) é algo novo e que ainda não esteve nas cidades onde estão os Centros Educacionais da FUCAM”, afirmou Elisane Santos.

Em breve será divulgada toda a agenda do programa Ciência em Movimento, inclusive a data de visita às cidades de Esmeraldas (MG), Januária (MG), Juvenília (MG), São Francisco (MG) e Riachinho (MG).

Texto: Gabrielly Coelho
Fotos: Michelle Parron e Centro Educacional de Buritizeiro (CEB)