Na manhã desta quarta-feira, dia 14 de agosto de 2019, faleceu Jonas Batista Pereira, ex-aluno e ex-servidor da FUCAM, que exerceu diversas funções na Fundação, sempre se destacando em cada papel desempenhado. Será velado no Velório 4 do Cemitério Parque da Colina, em Belo Horizonte, de 9h30m a 17h, quando ocorrerá o enterro, no mesmo local.

Jonas

Jonas nasceu em Vespasiano - região metropolitana de Belo Horizonte. Foi aluno na célula mater de Esmeraldas, onde se formou na primeira turma de professores do Curso Normal Regional. No Núcleo do Urucuia, que era sua paixão, atuou como professor, chefe de escoteiro, almoxarife e secretário, durante muitos anos. Voltou à capital, formou-se em Direito e Português na UFMG. Trabalhou na sede administrativa da FUCAM (BH), sendo Diretor Executivo, Diretor de Educação e Assistência e membro do Conselho Curador. Nesse período ele exercia também o magistério – sua vocação primeira, aprendida na Escola Caio Martins de Esmeraldas. Com o espírito “sempre alerta” do escoteiro, em todo tempo permaneceu ligado, de todo coração, ao solo de Caio Martins, que, segundo o Jonas, é uma obra inspirada na pedagogia do amor.

Em 1968, fundou a Associação de Ex-alunos, com dois importantes objetivos: preservar o ideal caiomartiniano e estabelecer uma ajuda ao aluno egresso das escolas Caio Martins. Também fundou a Associação Servidores da Fundação Caio Martins (ASCAM), em 2000.

Em 2010, lançou o livro “Pelas estradas de Caio Martins, de Esmeraldas ao Urucuia: um ideal em marcha”, no qual conta a história da Fundação Caio Martins - Núcleo do Urucuia, atual Centro Educacional de Urucuia.

Seu livro termina com uma citação do Cel. Almeida: “Caio Martins é vida”. Destacamos que essa vida é mais rica devido a grande contribuição do Sr. Jonas à nossa instituição. Lastimamos essa grande perda e desejamos conforto a todos os familiares e amigos.

Fonte: Perreira, Jonas Batista. Pelas Estradas de Caio Martins, de Esmeraldas a Urucuia: um ideal em Marcha. Belo Horizonte. Ed. do autor, 2010.