Dos dias 23 a 27 de setembro de 2019, o Presidente da Fundação Educacional Caio Martins (FUCAM), Alvimar Tito, e o Auditor, Geraldo Moura, visitaram os Centros Educacionais de São Francisco, Januária e Juvenília. A visita teve como objetivo apresentar o resgate histórico da FUCAM e seu redirecionamento estratégico, bem como os projetos decorrentes, que brevemente estarão em início de execução.
Com uma agenda intensa, o Presidente teve a oportunidade de apresentar os projetos que visam o resgate histórico dos objetivos da fundação, declarados no artigo 6° da Lei Estadual n.° 6.514/1974, que transformou em fundação as Escolas Caio Martins. A visita foi importante também para articulação com atores locais e identificação de sinergias e parcerias possíveis na implantação dos projetos desenvolvidos.
Conforme comenta Alvimar Tito, “a FUCAM sempre exerceu um papel fundamental na educação de milhares de pessoas onde os centros educacionais estão instalados, sendo responsável por diversas ações de elevação de escolaridade, de qualificação profissional e de importantes vivências de preparação para a vida! A Fundação formou verdadeiros líderes, que hoje servem nossa sociedade! Desejamos retomar esse protagonismo da Caio Martins por meio de propostas que estão sendo construídas com o apoio de muitos.”

São Francisco
A primeira parada da viagem ocorreu nos dias 23 e 24 de setembro de 2019, nos quais o Presidente e o Auditor visitaram o Centro Educacional de São Francisco.

Reunião com os Vereadores, e Chefe de Gabinete
Na cidade, foram realizadas reuniões com os servidores do Centro Educacional, com o Prefeito e vereadores, com ex-alunos e ex-servidores e representantes da sociedade civil, entre as quais destacamos o Sindicado dos Produtores Rurais, Comenac, Unimontes, Emater, Maçonaria, COOPASF, Bem Viver, Rotary Club e Sindicato da Agricultura Familiar.
(colocar foto da reunião. Atenção à legenda!)

Reunião com ex-alunos e ex-funcionários
Destaque na edição do jornal local Veredas, a visita agradou a todos, com as novidades da nova gestão da FUCAM. O jornal destacou “a exposição feita pelo Presidente Alvimar às lideranças, a respeito do projeto, foi muito profícua, com detalhamento das ações que serão orientadoras do redirecionamento da Fucam. É muito importante ressaltar que o projeto não quer ser uma novidade desprezando as raízes da história Caio Martins. Pelo contrário tem a sua história como a pedra angular para lançar-se ao redirecionamento da instituição. O fato, por aí, serviu para atrair o interesse e a manifestação positiva e de engajamento de ex-alunos e membros da sociedade são-franciscana, que têm o maior apreço pela Escola Caio Martins.”
(colocar foto do jornal)

Januária
Nos dias 25 e 26 de Setembro, o Presidente e o Auditor seguiram para Januária. Na cidade realizaram reunião com as equipes de servidores do Centro, com o Prefeito e os Secretários de Saúde e Educação, com a Superintendência Regional de Ensino, a direção da Escola Estadual Caio Martins, ex-alunos, ex-servidores e representantes da sociedade civil.
As propostas foram bem recebidas pela comunidade local. Segundo Áurea Aparecida Batista dos Reis, Diretora da Escola Estadual Caio Martins, “são projetos de grande relevância para a nossa região e principalmente para a comunidade atendida pelo Centro Educacional de Januária e a E.E.Caio Martins, pois trabalhamos com estudantes da zona rural e assentamentos e estes estudantes dependem muito de projetos sociais”. Continua ela “será um ganho para os pais e alunos contar com cursos de qualidade, capacitando-os para o mercado de trabalho e para o empreender”.

Reunião com o Superintendente Regional de Ensino Antônio Francisco de Souza, e a Assessora de Gabinete Maria de Fátima Matos
Odair xxx , ex-aluno, ressalta que “as propostas são muito interessantes, dialogam com a realidade e com o território e xxxxx“ redigir esse texto a partir do áudio que te mandei.
Geraldo Ribeiro Filho, ex-aluno, ex-servidor e ex-coordenador da Fundação, destaca a importância da visita aos Centros Educacionais “o encontro com o Presidente, senhor Alvimar, sobre a Caio Martins, foi muito bom. Esclarecimentos sobre a atual posição, o que é hoje, o que mudou e perspectivas para o futuro. Suas raízes prevalecem e seus objetivos são atualíssimos” Segundo ele, “a Fucam é a única solução para crianças de origem humilde, uma vez que o meio rural não mudou nada. Seu passado é a prova incontestável do acerto, que educou, através de uma formação integral, mais de 60.000 ex-alunos, com um aproveitamento invejável”.

Reunião com a equipe de trabalho do Centro Educacional
Geraldo ainda afirma a importância da fundação “sem muros e portões, através da liberdade e não dos cadeados, como as demais Escolas, seu papel é único na história da educação em nossa Minas Gerais”. Quanto às propostas, afirma ele “a fase mais difícil de atualização no hoje, já caminhou muito. A seguinte será a execução das metas. Pelo que vimos será um grande passo, o renascimento. Como somos filhos de Caio Martins, ficaremos muito felizes quando centenas de alunos deram vida à grande Obra, nascida em 1948, da necessidade humana e do abandono do homem e da família do campo. Estamos juntos e tenho um dever de gratidão para com minha escola mãe. Sucesso. As batalhas mais difíceis nos dão mais prazer nas vitórias.”

Reunião com o Prefeito Marcelo Félix, o Secretário de Educação Isnard Lúcio Cardoso e o Secretário de Saúde Deyvison Dias

Juvenília
Finalizando a visita, nos dias 26 e 27 de setembro de 2019, foi a vez de Juvenília. Durante a visita, foram realizadas reuniões com os servidores do Centro Educacional, com ex alunos e ex servidores, com o Prefeito e sociedade civil.
Alaripe Gonçalves Durães professor e mestre em educação, ex-aluno e ex diretor das Escolas Caio Martins conta como foi receber a visita e conhecer as propostas: “Ficamos muito felizes com as ideias do Presidente. Vimos que agora a FUCAM tem um projeto avançado, arrojado e promissor. Podemos observar que o Presidente atual priorizou os ideais do Fundador das Escolas Caio Martins, o Coronel Almeida, onde cada ação considera o ser humano como agente onde mora e principalmente aqueles que realmente necessitam de formação profissional com sustentabilidade.”


Alaripe se diz satisfeito com o que foi apresentado e destaca: “Os projetos e ações que mais nos chamaram a atenção foram: o redimensionamento da estrutura da FUCAM, os sistemas de parcerias e os novos parceiros, a contratação do corpo de servidores será feito pela FUCAM, o envolvimento dos ex-alunos em várias ações. Enfim, todas as propostas elaboradas e planejadas são excelentes para o engrandecimento e fortalecimento das Escolas Caio Martins. Vimos que a instituição FUCAM tem um representante sério e comprometido com os ideais e a chama caio martiniana.”

ASCOM FUCAM

Texto: Cesar Reis