Como desdobramento da reunião ocorrida com a Codevasf em 11 de fevereiro de 2020, em Montes Claros, técnicos daquela Companhia visitaram o CEE para analisar a estrutura que será utilizada para implementação das atividades da piscicultura sustentável, que tem por objetivo propiciar alternativas para o aumento de renda e melhoria da qualidade de vida das pessoas do campo em situação de vulnerabilidade social, além de apoiar o repovoamento dos rios.

Participarem da visita Julimar dos Santos Sousa, Nilson Fonseca, Yosima Sato, todos técnicos da Codevasf, além do Presidente da Fundação, Alvimar José Tito, do Coordenador do CEE, Emerson Ricardo Campolina, e do Vice-Coordenador, Dedilmo Pereira Duque.

Piscicultura Esmeraldas

Conforme destaca Emerson Campolina, “o objetivo deste encontro foi o de promover o estreitamento de laços e alinhamento de projetos e oportunidades para o público que se encontra em vulnerabilidade social. Tratamos de temas caros a ambas as instituições: vulnerabilidade social, geração de trabalho e renda, sustentabilidade e educação no campo.”

Piscicultura

A piscicultura é uma exploração que permite a obtenção de renda significativa com a utilização de pequenas áreas da propriedade, possibilita o envolvimento de outros membros da família, principalmente mulheres e jovens e a rentabilidade depende do nível tecnológico adotado.

O CEE possui um grande potencial para a exploração da atividade, por conta da grande quantidade e qualidade das águas, já represadas em lagoas. No passado, essa estrutura era utilizada para aprendizagem da piscicultura nos cursos profissionalizantes que eram ofertados aos alunos em regime de moradia estudantil e para a própria alimentação deles.

Piscicultura CEE