Em 1957 a missão de desbravar o “Grande Sertão de Urucaia” é dada ao Cel. Manoel José de Almeida e, para tanto, foi preparada a “Bandeira de Urucaia”. O grande diferencial,  desta vez, foi que todos os bandeirantes já eram ex-alunos da escola mãe de Esmeraldas. O Centro Educacional de Riachinho, criado em 08 de junho do mesmo ano, teve como missão educar os filhos de lavradores da região e amparar as famílias mais carentes.  

O dia 8 de junho sempre foi muito significativo para o Centro Educacional de Riachinho (CERI) e para a Fundação Educacional Caio Martins – FUCAM, que ao longo de 63 anos vem oferecendo educação básica e formação voltada às práticas no campo para famílias em condições de vulnerabilidade social da comunidade. 

MicrosoftTeams-image 1 

Neste ano, as comemorações serão à distância, respeitando as medidas adotadas para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Mas não podemos deixar de lembrar a história que o Centro Educacional de Riachinho, outrora Centro Educacional do Urucuia, constrói ao longo de seus anos. Desde o princípio se preocupa em preparar o aluno para a vida, gerando um indivíduo consciente e capacitado para exercer o seu papel de cidadão perante a sociedade. É com essa responsabilidade que a FUCAM, junto com o Centro Educacional, avança para apoiar o desenvolvimento dos vulneráveis.

MicrosoftTeams-image

Fundadores: Em Pé: Jonas Batista Pereira (in memoriam) Sentados:  Capitão Hélio(Piloto do Avião da FUCAM) José Maria Pinto – Fundador do Centro Educacional.

Nosso agradecimento aos bandeirantes que foram os fundadores deste Centro Educacional:

Emílio Milton da Silva (em memória)

Flávio Bracarense da Silva (em memória)

Francisco Ferreira Rezende

Geraldo Moreira Soares

Geraldo Saldanha da Silva (em memória)

Holmes Geraldo da Silva (em memória) 

Ivo Andrade Villefort

João Naves de Melo

Jonas Batista Pereira (em memória)

José  Maria Pinto

Pedro  Buchene

Raimundo Gonçalves de Melo