7111

Como estratégia para gerar renda para a população vulnerável do campo, a Fundação Educacional Caio Martins (Fucam) elabora projeto de empreendimento de horta agroecológica com o apoio de especialistas da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).

Em 30 de julho foi realizada uma reunião, por videoconferência, entre a equipe da Fucam, das instituições citadas, com participação também de representante do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), para as definições iniciais.

Inicialmente, Alvimar José Tito, Presidente da Fucam, fez uma breve apresentação da Entidade, ressaltando o importante trabalho que foi realizado para resgate de sua missão e os projetos que estão sendo desenvolvidos com foco na elevação de escolaridade e geração de renda para os vulneráveis do campo. Na sequência, foi detalhado o projeto de horta agroecológica e aberta a palavra a todos os participantes para discussão. Os especialistas apresentaram várias sugestões que potencializarão os resultados do projeto e colocaram-se à disposição para auxiliar no que for necessário.

A Fucam almeja incubar pelo menos um projeto da horta em cada centro educacional, o qual beneficiará 20 famílias, selecionadas por meio de edital de chamamento público no âmbito do Programa Educação para Autonomia. A seleção priorizará as pessoas inscritas no Cadúnico com renda per capta familiar mensal inferior a R$ 178,00 (cento e setenta e oito reais).

Considerando ser a sustentabilidade um dos valores proclamado pela Fucam em sua identidade organizacional, todo o processo de operacionalização da horta respeitará os princípios da agroecologia. Almeja-se que a produção seja futuramente certificada como agroecológica, diferenciando e agregando valor aos produtos.

Os beneficiados receberão autorização para cultivo das terras da Fucam, todos os equipamentos e materiais necessários, incluindo as sementes de diversas espécies de hortaliças, além de capacitação, assistência técnica e apoio à gestão ao longo de todo o processo.

Os especialistas propuseram a implantação de empreendimento modelo que servirá de incentivo aos agricultores familiares do território Norte, para produção de hortaliças mesmo nos períodos mais quentes do ano.

Atualmente, no Centro Educacional de São Francisco há um empreendimento semelhante implantado e, até o fim do ano, Buritizeiro também receberá a horta.

Texto: Comunicação da Fucam

Imagem: 

<a href='https://br.freepik.com/fotos/alimento'>Alimento foto criado por jcomp - br.freepik.com</a>